Axl > Jesus

Alguns sabem que tenho o hábito de usar o termo SURREAL para descrever diversas situações. É um hábito e hábitos vão se infiltrando na nossa personalidade, fazendo com que qualquer tentativa de perdê-los se torne uma tarefa árdua. Talvez por isso, acabo usando essa palavra de forma indiscriminada apenas por gostar dela, sem avaliar muito se seria a melhor opção.

Pois finalmente posso afirmar que o uso de SURREAL para descrever a noite de 16 de março de 2010 se justifica plenamente, no sentido literal. Afinal, nada descreve melhor o ROL DE ABSURDOS que aconteceram no estacionamento da Fiergs, em Porto Alegre. Se pensarmos que o evento era o show do GUNS N’ ROSES, a surpresa não parece tão grande. E talvez eu devesse saber, sendo fã da banda há quase vinte anos.

Mas NADA poderia me preparar para o que vivi naquele espaço improvisado para abrigar um palco que, de tão monstruoso, podia ser visto da rua por qualquer transeunte que resolvesse gastar seu tempo em uma noite gelada no meio da Avenida Assis Brasil. O congestionamento que pegamos a bordo da nossa KOMBI (o BONDE DO RIHAD, O BEDUÍNO) na Freeway e na Assis Brasil eram piores do que uma ida a Capão da Canoa no Carnaval. A fila para entrar também era enorme, o que ficou compreensível quando descobrimos que os portões abriram com TRÊS HORAS E MEIA DE ATRASO.

Como se não bastasse, ao entrar na Fiergs era preciso passsar por um CARACOL DE GRADES sem nenhum sentido, antes de ser revistado com displicência total. Depois disso, era só escolher um lugar para ver o show e esperar pelo deslocado show da Tequila Baby. Sim, esse mesmo show que não aconteceu devido aos atrasos na montagem do palco. Porém, prefiro acreditar que foram as PRECES COLETIVAS do público para que a Tequila não tocasse que surtiram efeito. Pena que as preces foram fortes demais e o show da Rosa Tattooada também acabou prejudicado. Quando a banda subiu ao palco e Jacques Maciel tentou justificar a presença da banda ali, por respeito ao público, o pessoal já estava irritado demais para ver banda de abertura depois da meia-noite.

Com um som CAGADO logo na primeira música, já dava para sentir que o show não iria longe. Resultado: a Rosa tocou duas músicas E MEIA, porque a guitarra do Jacques foi desligada no meio de Rock and Roll até morrer. Já fiz show no JARDIM DE INVERNO DA FABICO com som melhor do que aquele. Para superar esse fato lamentável, só com um show de abertura completo. E foi isso que o Sebastian Bach fez, em todos os sentidos. Tocou clássicos dos dois primeiros discos do Skid Row e várias do último disco solo dele, o pesado Angel Down.

Mas sou obrigado a admitir que o ponto alto da apresentação não foram as músicas e sim os discursos dele em português, repetindo as mesmas frases DEZOITO VEZES. A cada vez que ele falava “Nosso equipamento foi destruído”, a massa ia ao delírio, como se fosse algo bom. Os gritos que Sebastian dava para levantar o público durante as músicas pareciam mais um  ritual de EXORCISMO do que cantos de incentivo, mostrando que ele claramente estava dopado. Melhor do que isso, só a hora em que ele GRUDOU UMA MINA no palco, para delírio de todos. Excelente show, sem dúvida alguma.

A partir daí, só restava esperar pelo show do Guns. Isso se houvesse show, já que informações diziam que a banda talvez ainda estivesse no Rio de Janeiro, confirmadas pela ligação inesperada do maior fã de Guns no planeta, o Vicente – diretamente da Austrália. Acho que todo mundo estava preparado para esperar três horas até eles entrarem no palco, mas em menos de uma hora as luzes se apagaram e uma trilha instrumental começou. Senti o coração disparar de expectativa, o que só piorou quando DJ Ashba surgiu no topo do palco descascando o riff de Chinese Democracy. Ali caiu a ficha: eu iria ver Axl Rose cantar ao vivo, algo que eu nunca imaginava ser possível. Gritei a letra até não poder mais, e as cordas vocais que já estavam destroçadas por causa do show do Sebastian terminaram de ser ESTUPRADAS.

O baile de bizarrices começaria quando Axl chamou Beta, brasileira que é braço-direito dele há muito anos, uma espécie de SECRETÁRIA DE TUDO, para traduzir o que ele iria falar. Pena que ela traduziu OUTRA COISA, pois ele disse que o palco estava escorregadio e que eles tinham que cuidar para não se machucar e ela entendeu como se fosse para o público cuidar para não escorregar. Crack na medula.

A sequência de faixas do Appetite For Destruction, com Welcome To The Jungle/It’s So Easy/Mr. Brownstone, foi um soco na cara. Quando achei que ia me recuperar, ouço o começo de Sorry. O vocal do Axl nessa música foi simplesmente perfeito. Nesse momento comecei a notar algo que temia muito: o total desconhecimento das músicas do Chinese Democracy pelo público. Sorry e Better não foram cantadas por NINGUÉM que estava perto de mim. Conseguia ouvir minha própria voz como se estivesse no banheiro de casa. Porra, Porto Alegre! Nem Better vocês sabem cantar? Tsc.

Depois de uma versão fatal de James Bond Theme pelo Richard Fortus, veio Live And Let Die e aí o público resolveu se empolgar, pulando bastante. Na sequência, fui completamente SOTERRADO pela tríade do Chinese, com If The World/Shackler‘s Revenge/Street Of Dreams. Mais uma vez, Axl humilhou cantando muito bem, para desespero daquelas pessoas que passaram a semana escrevendo que ele não cantava nada. SEI.

A essa altura, cabe comentar um detalhe muito importante: o telão do palco. Mostrando imagens e vídeos TOTALMENTE ALEATÓRIOS, se tornou uma diversão à parte, com direito até a imagem do FELIPE MASSA. Só pode ter sido ideia do Axl.  Confesso que às vezes desviava minha atenção dos músicos para o telão, na expectativa das próximas imagens definitivas.

Mas deixei o telão de lado quando a bateria fulminante de Rocket Queen se fez ouvir. Um gesto que fiz nessa hora e em muitas outras ocasiões durante o show foi levantar as mãos para o céu, como quem faz uma reverência aos deuses pela honra de estar vendo a MAIOR MÚSICA DE TODOS OS TEMPOS ser executada ao vivo. Não me restou muita coisa a não ser tirar a camisa e fazer AIR GUITAR SEMINU. Auge da minha vida.

Qualquer coisa era lucro depois disso, e ouvir Sweet Child O’ Mine e You Could Be Mine juntas foi algo transcendental, ainda que o vocal não tenha sido muito bom. Na hora não me dei conta, mas o Rodrigo comentou algo comigo ontem que parece muito verdade: Axl dava a impressão de se poupar nas músicas antigas para soltar agudos poderosos nas novas. Se isso for real, ele é o maior marqueteiro do cosmos, pois faz a banda atual parecer muito melhor do que a antiga. O que não deixa de ser verdade. Os três guitarristas são excelentes (DJ Ashba humilhou Slash em diversos momentos, Richard Fortus é um IZZY BOMBADO e Bumblefoot demoliu tudo com as suas guitarras de braço duplo), o Tommy Stinson toca uma baixo pegado, o Frank Ferrer (a.k.a. ED MOTTA EM CHAMAS) castiga a bateria, o Dizzy Reed é o DIZZY REED ETERNO e o Chris Pitman faz backings muito letais.

Prova disso foram os solos de November Rain executados alternadamente pelos três guitarristas. Impossível escolher qual o melhor, todos foram memoráveis, assim como ver finalmente o Axl sentado ao piano cantando uma das maiores baladas já feitas. Para competir com esse momento, só os vocais geniais dele em Knockin’ On Heaven’s Door, alternando vozes de uma maneira que me fez olhar atônito para os companheiros de jornada.

Nightrain foi um golpe duro, com a PASSAGEM DE BASTÃO de solo entre DJ Ashba e Bumblefoot. Aliás, o que o Bumblefoot fez no solo usando o braço fretless da guitarra foi de uma CAVALICE sem igual. Mestre supremo. Depois disso, só mesmo apagando as luzes para preparar os espíritos para o ENCORE CABAL.

Quando ouvi a introdução de Madagascar, percebi que o bis havia começado como deveria. Queria muito ouvir ao vivo os mais de DOIS MINUTOS de samplers surreais da música e não me decepcionei. A execução foi muito boa, não devendo nada ao disco. Meu ânimo já estava nas nuvens, mas nunca poderia imaginar o que me esperaria durante Patience. Isqueiros acesos, pessoas balançando as mãos, violas no palco. Até aí tudo bem, mas quando Axl surgiu no meio da música com um BONECO DO HOMER SIMPSON ENFIADO NA CALÇA, eu deveria ter previsto o apocalipse. Como se não bastasse, ele ainda resolveu MASTURBAR o boneco enquanto cantava, o que provocou risos nele e no resto da banda. Só me restou aplaudir, o que o público também fez com empolgação.

Encerrar o show com Paradise City foi apenas uma formalidade, já que as almas de todos os presentes já haviam sido dilaceradas com a performance anterior do Axl. Claro que serviu para a plateia pular bastante, mas ali eu já havia falecido completamente e apenas acompanhava a letra no modo automático. Para finalizar em alta, Axl atirou longe o microfone e certamente matou alguém, pois o barulho foi alto. Por causa disso, não pôde se despedir quando a música acabou, e saiu com a banda todo do palco.

O público começou a ir embora, mas é óbvio que a noite mais surreal de todos os tempos não poderia acabar assim. Axl voltou ao palco com um novo microfone para dizer que tinha visto uma faixa de algum aniversariante pedindo para ele cantar parabéns. Depois de um momento tenso em que ele tentava descobrir quem de fato estava de aniversário, algumas moças subiram ao palco para ouvir o parabéns cantado por todos. Terminada a homenagem, as pessoas começaram a deixar o palco e Axl largou algo do tipo “YOU GUYS ARE ALL LIKE BLIND”, provavelmente para os caras que deveriam ajudar as meninas a subirem lá. E a noite fechou com chave de ouro quando ele terminou a frase e jogou o microfone no chão, finalmente abandonando o palco. E então começa a tocar My Way, única música possível para descrever o que é Axl Rose.

Não poderia haver outro jeito de acabar aquela aula de surrealismo avançado. Nada mais importava àquela altura, todos ali haviam testemunhado o maior espetáculo possível. Nunca, repito, NUNCA mais será realizado algo parecido. Quem não foi jamais entenderá o que se passou naquele estacionamento, onde um verdadeiro PORTAL DE REALIDADE PARALELA se abriu e fomos sugados para o mundo surreal de Axl Rose e cia. Quem dera eu pudesse viver lá para sempre, porque valeu muito a pena. Ô, se valeu.

01.     Chinese Democracy
02.    Welcome To The Jungle
03.    It’s So Easy
04.    Mr. Brownstone
05.    Sorry
06.    Better
07.    Richard Fortus Guitar Solo
08.    Live And Let Die
09.    If the World
10.    Shackler’s Revenge
11.    Dizzy Reed Piano Solo
12.    Street Of Dreams
13.    Rocket Queen
14.    DJ Ashba Guitar Solo
15.    Sweet Child O’ Mine
16.    You Could Be Mine
17.    Axl Rose Piano Solo
18.    November Rain
19.    Bumblefoot Guitar Solo
20.    Knockin’ On Heaven’s Door
21.    Nightrain

Encore:
22.     Madagascar
23.    Patience
24.    Paradise City

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

50 Respostas to “Axl > Jesus”

  1. leo mereu Says:

    é isso.

  2. Diego Giesen Says:

    tá e a Kombi?

  3. EGS Says:

    Bem lembrado, Giesen! Acabei de incluir uma menção ao maior transporte de todos.

    • GREEN HELL-FRONT 88 Says:

      QUE ESSA PORRA EXPLODA C VCS DA PROXIMA VEZ Q FOREM VER AQUELA BICHA DE LAFAYETTE TRAIDOR E MERCENARIO ASSIM COMO VCS SAO E N SAO DIGNOS DE DIZEREM SE FAS DO G´N´R SAO UNS ARROMBADOS TARADOS PELA PICA DE AXILA ROSE

  4. Bruno Galera Says:

    Única resenha possível. ZH, Terra e G1 certamente não pisaram na FIERGS, porque relataram COISAS QUE NÃO ACONTECERAM. E isso tudo que tá no texto é relato FIDEDIGNO do que vimos.

    De minha parte, fiquei seminu em November Rain e cantei todos os versos até DINAMITAR minhas cordas vocais e ficar falando que nem o PATO DONALD (aka David Mustaine) pro resto da vida.

    SHACKLER’S REVENGE foi a maior música do show. Todo mundo que não conhece Chinese Democracy não merecia estar lá.

    a D EO S

    • GREEN HELL-FRONT 88 Says:

      Q LIXO D DISCO E ESSE RAPAZINHA?EM QUAL CLASSIFICAÇAO ESSA MERDA ESTA? NEM FIGURA ENTRE OS 100000000000000000000000 MELHORES DISCOS D UMA BANDA COM MUSICOS CONTRATADOS EM UM BOTECO

  5. Joelma Terto Says:

    Onde é que eu assino?

    Faltou só dizer o mais surreal de tudo: Axl pedindo pra intérprete, bem no comecinho do show, avisar pra gente, nós, o público, ter cuidado com o piso molhado. OU algo do gênero. Mega fófis.

  6. EGS Says:

    Obrigado, Bruno.

    Vou imprimir o post e MIMEOGRAFAR (ns) para distribuir por aí.

    A/C SEGUNDO CADERNO

  7. EGS Says:

    Bah, tinha lembrado disso e esqueci de colocar no post na hora. Vou incluir agora.

    Obrigado pela VIBE COLABORATIVA, pessoal.

  8. Bruno Galera Says:

    E porra: ninguém falou da mina que deu faniquito e agarrou o Bumblefoot e beijou o Axl e que não tinha NADA a ver com a aniversariante. Provavelmente foi por essa mina sem sentido que ele ficou em chamas e quebrou tudo.

    Na real, não entendi PORRANENHUMA nessa hora.

  9. valdomiro Says:

    Olha, sinto muito, mas achar que Axl Rose cantou bem as músicas é deixar levar o seu fanatismo em relação a banda influenciar no senso crítico. Não estou esculachando, apenas sendo mutíssimo mais crítico – o Axl não teve pulmão para cantar muitos timbres de muitas músicas, sendo salvo pelo excelente backing vocal. Sim, uma excelente show, uma excelente banda – onde lamentavelmente o ponto mais fraco é o vocal.

  10. Fiorella Says:

    Bah, muito completo mesmo…parabéns!
    Pior mesmo é ver quem NÃO FOI ficar dando opinião…isso sim é revoltante. Pq quem foi sabe que, apesar da baita espera, o primeiro acorde fez a gente esquecer frio, cansaço, impaciência. Esperaria mais 30 anos pra ver um show desse.
    Pra mim, quem não curte Guns não pode dizer que curte rock’n’roll. Simples assim.

  11. Marcio Cassol Says:

    EXCELENTE RELATO! Show muito acima das minhas expectativas. Tudo genial demais. A cereja ficou por conta de uma mina que estava a uns 10 metros de mim teve a mesma inspiração que tu em Rocket Queen. Subiu na garupa do magrão, tirou a blusa a cantou a música toda de topless, saculejando seus mamelões. Bonito de se ver…

  12. EGS Says:

    Pior, Bruno. A mina tava muito em chamas e o Axl claramente querendo que ela VAZASSE.

    Valdomiro: questão de opinião, cara. Como comentei ali, em vários momentos o vocal deixou a desejar. Em outros, nem mesmo CRISTO HIMSELF cantaria melhor.

    Valeu, Fiorella. Os que não foram e ficaram reclamando são os piores, sem dúvida.

    Bah, que inveja, Marcio. O pessoal ao meu redor teve que se contentar com os MEUS mamelões. Ninguém merece. Heh.

  13. Says:

    jamais haverá outro texto sobre essa noite como o teu.

    parabéns.

    me fez chorar de rir e revirar de raiva de mim mesma por não ter ido.

  14. Carla Ferrino Says:

    Simplesmente de mais! Diz tudo que senti desse dia e que vou conta, com a mesma empolgação vivida naquela noite, para os meus filhos e netos quando estiver bem velhinha.

  15. Antenor Says:

    Bom show, pena que eu não fui, ao contrário do que mostra esta foto.

    Só faltou tocarem o resto do CHINESE para ser perfeito.

    E sigo pesquisando nos confins da internet alguma explicação sobre as imagens de F1 durante You could be mine. Até agora, nenhuma.

  16. Fabian Says:

    Bah, não sei o que foi melhor, se o post PERFEITO ou os comentários hilários. Muito melhor que o 2cad, que disse que Monkey Business e In a Darkened Room eram do solo do Sebastian (HERESIA!). Texto de quem conhece e sabe que o show do Guns foi ÉPICO!

    Ah, só pra constar: preferia ter ficado perto do Márcio que perto de ti, Egs. Pelo jeito a vista tava melhor lá por aquelas bandas…

  17. Bruno Galera Says:

    Lembrei de outra: Tommy Stinson EMBOLOTOU no palco e rachou o crânio. Em SORRY, um baixista aleatório (aparentemente um ROADIE) ficou tocando umas notas sem NENHUMA RELAÇÃO COM A MÚSICA. Depois Tommy voltou com uma FAIXA DE BORRACHA no melão e tocou até o fim da noite.

    Só o lance do baixista anônimo eu não confirmo. Pelo menos Antenor concordou que ALGO ocorreu, mas a gente tava meio longe pra confirmar.

  18. MariMancia Says:

    Manda publicar agoraaaaa. Melhor resenha.

  19. Henrique Machado Says:

    “DJ Ashba humilhou Slash em diversos momentos”

    WTF?

    Slash é um tipo de Chuck Norris guitarrista. Não tem como humilhar.

    Mito.

    • LGVT_THE MAD GUNNER Says:

      É ISSO AÍ QUEM FALO ISSO DEVE SER UM LUNATICO ZÉ RUELA OU UMA BICHA ESCRITA PAU NO CÚ SAFADO N HA COMO HUMILHAR O DUES DOS DEUSES SLASH TA PRA GUITARRA ASSIM COMO JORDAN ESTA PRO BASKET MARLON BRANDON PRO CINEMA ZEUS PRA MITOLOGIA HITLER PRA POLITICA ESSES SAO OS MAIORES DOS MELHORES ZE CU

  20. EGS Says:

    Valeu, Fê. Devia ter ido. Assim como TODA PORTO ALEGRE.

    Sim, Carla. Daqui a DUZENTOS ANOS ainda vão falar desse show.

    Me avise dos rumos da pesquisa, Antenor. Creio que NIKKI LAUDA está envolvido de alguma forma.

    Desconhecimento total, Fabian. Parece que a pessoa não estava lá.

    Bah, essa do TOMMY eu nem vou incluir, Bruno. Prefiro deixar como LENDA URBANA.

    Slash é foda, Henirque. Mas DJ Ashba me conquistou afu. Performance definitiva.

  21. Bruno Galera Says:

    Mas é fato que o Tommy caiu. Foi por isso que o Axl falou do palco escorregadio. Ele mencionou que o “nosso baixista teve um problema”. Depois o cara ficou com uma FAIXA na cabeça.

    E no Twitter do BUMBLEFOOT (maior que Hendrix), há menção sobre o episódio do palco:

    On Wednesday 17th March 2010, @bumblefoot said:

    Fun gig tonight in Porto Alegre!! That was the most slippery stage I ever stood on, feet would slip n’ slide apart every time I went on the wings, aaahh! Knees are pretty twisted up, hoping they’ll heal for the next show or it’s gonna go from bad to worse, I’ll be hoppin’ around in leg casts by the end of the tour, aaaaahhh!!! Tommy smashed his bass to *pieces* in the last song – I couldn’t find him after that. If you happen to see him, please put a stamp on him and mail him to Uruguay, c/o Bumblefoot. ‘Priority Overnight’ if you can, thanks. A million hugs to all the Brazilians for being so welcoming and loving – hope to see you all again soon!

  22. Lubba Says:

    Bah, teu post foi a único ponto de vista relevante sobre o show que eu tenha lido. Nada mais a declarar, disse tudo.
    Show HISTÓRICO. Acho que só hoje, ouvindo “You could be mine” naquele mesmo carro que nos deixou na mão na fatídica volta do Carnaval, me caiu a ficha que eu REALMENTE estava lá, que eu vi o Guns n´Roses ao vivo, e que o Axl calou a boca de muita gente que adora falar merda sobre ele. Pessoas que não ENTENDEM.

  23. EGS Says:

    Tem razão, Bruno Já tinha lido esse tweet do Bumblefoot (maior que Jimmy Page). Tommy Stinson deve ter acabado a noite no MC DONALDS DA SILVA SÓ.

    Valeu horrores, Lu. Nossas vidas nunca mais vão ser as mesmas.

  24. muzell Says:

    “Bom show, pena que eu não fui, ao contrário do que mostra esta foto.”
    Nunca vi comentário maior que esse. Também nunca vi post maior que esse. Evidente, porque nunca vi show maior do que esse.

  25. frederico messias Says:

    egs, meu velho. Grande texto. Era isso mesmo, com exceção que mais técnica não quer dizer melhor qualidade. Ouve o DJ AShba no trabalho solo e tu vai ver que ele não é muito mais que um grande solista. O slash é um criador. Em porto alegre tem várias pintas que tocam hendrix em todas as notas, mas isso não faz eles melhores que o jimi, véi.

  26. EGS Says:

    Sim, Antenor sempre produz os melhores comentários.

    Sem dúvida, Fred. Curto muito o Slash e costumo escrever essas coisas pra provocar as VIÚVAS dele, que acham que o Guns atual não presta.

    Mas realmente me surpreendi com o DJ Ashba, achei que ele tem muito FEELING, além da técnica.

  27. Bruno Galera Says:

    Welcome to the Jungle com qualidade aceitável:

    Knocking On Heaven’s Door filmando só o telão, mas com áudio bom (maior performance vocal da história):

  28. Bruno Galera Says:

    Porra, colei errado ali. Deleta meu comentário anterior.

    Sweet Child ‘O Mine com direito ao finalzinho do DJ ASHBA SOLO:

  29. Daniel Galera Says:

    Tudo verdade.

    Acrescento que, no caso da TIAZINHA TRADUTORA, ela traduziu TUDO ERRADO. Após acidente do baixista, Axl disse algo como “Sorry for this, the stage is slippery and we have to take care not to bust our fuckin asses and go home early”, e a gordinha riu e traduziu como “AXL PEDE PARA TEREM CUIDADO PORQUE ESTÁ ESCORREGANDO E VOCÊS PODERÃO SE MACHUCAR.”

    Morri DEMAIS nesse momento. E em todos os outros subsequentes, claro. Showzaço.

    Pra cada música em que Axl cantou meio mal ou perdeu o fôlego, ele superou expectativas ou DIMULIU em outras três.

    Bumblefoot > Glenn Gould

    Sebastian Bach > Johann Sebastian Bach

    Foi muito estar lá e compartilhar isso com TR00 FANS (sou humilde aprendiz). E dirigir a Kombi foi massa também.

  30. Carol Saraiva Says:

    MUITO BOM!
    Hoje no mínimo umas 4 pessoas me fizeram comentários do tipo “Baaah, tu foi no show do Guns? Jura, pagar e ainda ter que ficar esperando não sei quantas horas pra ver aquele velho gordo, que não canta mais nada!”! Nas 1as vezes eu me revoltei, xinguei, defendi o Axl como pude (hehehehe)! Mas depois desisti, não adianta discutir com essa gente! EU vi, EU tava lá, EU vou ter história para contar! E só quem tava lá pode julgar se o “véio” (carinhosamente falando, é claro! hehehe) ainda tem a manha! E na minha opinião: SIM, tem!
    É óbvio que na hora deu uma certa “raiva” da espera, falta de informações, etc., mas todos os rolos só contribuiram para tornar a noite ainda mais inesquecivel! Pagaria e esperaria muito mais se fosse preciso! WHOOOOAAAA!

  31. EGS Says:

    Tua ideia da Kombi tornou tudo mais GOSTOSO, Galera.

    Foi lindo estar ao lado do amigo enquanto CRISTO cantava.

    Carol, é isso aí. Parecia que o pessoal tava com dor de cotovelo por se falar tanto no Axl.

    Mas como não falar, se ele é o MAIOR ROCKSTAR DE TODOS OS TEMPOS?

    • GREEN HELL-FRONT 88 Says:

      QUE PORRA D BICHA E VC PRA COMPARAR AXL BOSTA ROSE A JESUS CRISTO VC É O Q UMA MENINA VIRGEM QUERENDO SER ARROMBADA POR UM BOIOLA AMERICANO Q DESTRUIU A MAIOR BANDA Q JA EXISTIU NO MUNDO DA MUSICA DEVIDO A SEUS EXAGEROS E EGOCENTRIMOS ORGULHO E VAIDADE DIGNAS D UMA MULHER AXL ROSE N CHEGOU AI SOZINHO CAMARADA ELE NADA SERIA SE N FOSSEM OS OUTROS CARAS E TODA A MAGIA Q ROLAVA QUANDO ESTAVAN OS CINCO JUNTOS E ATE MSM A FORMAÇAO POSTERIOR A ESSA CLASSICA ERA MELHOR Q ESSES MUSICOS CONTRATADOS NUM BOTECO AXILA ROSE N E G´N´R REMEMBER THIS LITTLE BITCH

  32. Lucas Says:

    Perto de mim várias pessoas cantaram as músicas do Chinese Democracy (apesar de que só eu, um amigo e um outro cara ali perto sabíamos as letras perfeitamente).
    Discordo quanto à parte dos guitarristas: o Bumblefoot foi melhor que o Ashba e o Fortus, sim. O solo dele, com a intro da pink panther foi MUITO FODA. Não é a toa que foi um dos poucos cotados a substituir o singular Buckethead. Apesar de não tão virtuoso, faz mais o estilo da banda.
    O Ashba teve uma performance muito melhor que o Slash jamais teve e mandou muito bem no blues, incrementando com TAPPING DE DOIS DEDOS. Genial. Não curti muito o Fortus, mas o solo dele foi genial.
    Stinson mandou bem pra caralho, também, mas isso não foi surpresa, ele sempre foi muito bom. Pitman cantou bem. Dizzy Reed parece ser o mais “normal”, serious business, mas foi um dos que mais admirei. A surpresa, pra mim, foi o Ed Motta (PORRA, TEM MAIS ALGUÉM NO MUNDO QUE CITOU ISSO!! Foi um mindfuck!). Foi a melhor performance do Ferrer que já vi. Caralho, me lembrou o Brain, mas com ainda mais vitalidade. Ele foi o primeiro que vi. Lá atrás, a silhueta de um careca…. naquilo eu já fiquei alucinado.
    Discordo duma coisa: Knockin’ on Heaven’s Door foi chato, eu parei pra descansar naquela. De alguma forma minha energia voltou nas músicas seguintes. Mais de 10 horas de pé, comi e bebi pouquíssimo… não sei como, mas eu pulei pra caralho em Madagascar, por exemplo.
    Ri muito lá do Homer.
    Bom artigo, parabéns.

    • GREEN HELL-FRONT 88 Says:

      SLASH E UNICO E O MAIOR E RESPONSAVEL PELO G´N´R SER MUNDIALMENTE CONHECIDO O GUNS N´ROSES N ESSAS BICHAS ARROMBADAS Q VC VIU E QUER DAR PRA ELAS N

  33. Cassandra Brunetto Says:

    CARAAAAAAAAALHO, meu!!!!! Arrepiei ao ler o teu texto!!!! Parabéns, na boa!!! ÓTIMO!!!! Li muiiiiitos sites “especializados” e ouvi muiiiita gente falar besteira demais sobre a banda e, principalmente, sobre o Axk. Quer saber?! Nunca dei ouvidos! O cara é FODA, a banda é FODA, o som tava FODA e o show foi FODA! Só fiquei de cara com a galera que tava perto de mim, não cantavam as músicas do CHINESE DEMOCRACY (morram todos que não sabem cantar!!!) e raramente pulavam… Anyway… O melhor show da minha vida, esperava por isso desde os 8 anos (ahammmmmm!!!). Ameu o post, foi um presente pra todos os fãs da banda!

  34. EGS Says:

    A banda todo é muito foda, Lucas. Concordo plenamente. Valeu pelo elogio!

    Brigado, Cassandra! Escrevi com o coração, pode apostar.

  35. Vicente Says:

    Eu escutei Better através de um celular dum amigo meu que me ligou aqui pra Austrália durante a música. A qualidade do vocal era tão PERFEITA que parecia a do CD.

    Melhor Banda do Universo. Melhores músicos da atualidade. MELHOR BAND LEADER E VOCALISTA QUE JÁ EXISTIU. Quem não reconhece isso não sabe o que é música.

    Ah, e mais importante, MAIOR E ÚLTIMO rockstar de verdade.

    AXL é a solução pra tudo que existe de errado no mundo. E faria apenas uma correção: AXL > DEUS. Ou AXL = DEUS e o Appetite é o Velho Testamento e o Chinese é o Novo Testamento.

    Amém.

  36. Jairo Piscitelli Jr. Says:

    EGS, fizeste a resenha definitiva desta gloriosa experiência – quero um orçamento teu para escreveres a descrição da minha lápide com essa empolgação e verdade! Parabéns again and again – recomendei teu texto lá na minha versão da história: http://tinyurl.com/ycrfzc6 – abração!!!!

  37. EGS Says:

    Tu sabe que eu escrevi o texto pra ti, Vicente. Que bom que tu curtiu.

    Valeu, Jairo! Vou lá ler a tua agora. Abração!

  38. Guns and Roses em Porto Alegre (ou melhor, “???…in the jungle, baby – AND YOU´RE GONNA DIIIIIE!???”) « perdiessaaula.com Says:

    […] 2 – a melhor resenha do show de Porto Alegre, feita pelo meu bruxo Eduardo EGS: https://eduardoegs.wordpress.com/2010/03/18/axl-jesus/ Tags: axl rose, guns and roses, review, […]

  39. nicollas Says:

    olha só pra mim os tres guitarristas nao chegavam aos pés de slash . mais cada um tem a sua opniao

  40. LGVT_THE MAD GUNNER Says:

    ESSA BANDA SER MELHOR Q A OUTRA C COMI BOSTA OU TOMA TROMBETA SE VC HJ CHUPA A CACETA DESSES CARAS AI AGRADEÇA A IZZY STRADLIN DUFF MACKAGAN STEVEN ADLER E CLARO SAUL HUDSON A.K.A SLASH `´THE ONLY ONE,THE NUMBER ONE,THE SPECILA ONE,THE GREAT,THE BEST EVER´´

  41. GREEN HELL-FRONT 88 Says:

    ESSA CARA E O Q GAY ESSA BANDA CAÇA NIQUEL SER MELHOR Q A OUTRA QUEM ESCREVEU OS MAIORES CLASSICOS DO ROCK N´ROLL N FOI DJ FAG ASSHBA,TOMMY SICK SHIT STINSON,BUTTFOOT RUMBLEASSHOLE,O GUNS N´ROSES N É AXL ROSE O Q SERIA DELE SE N FOSSE A FORMAÇAO ANTIGA E Q NOS PROPICIOU E AINDA PROPICIA NOSSA MAIORES ALEGRIAS QUAIS DESSAS NOVAS MUSICAS VC COLOCOU COMO AS MELHORES DO G´N´R NENHUMA SENTA NA SUA LINGUA ANTES D FALAR MERDA OU ENCHE A BOCA COM BASTANTE MERDA DO AXL MISS ROSE JA ERA ELE E SEU VOCAL MUSICOS CONTRATADOS E PAGOS MENSALMENTE VAI DA ESSA SUA BUNDA PRA ESSES FALSOS GUNNERS N SE ILUDA O Q VC VIU N FOI GUNS N´ROSES E SIM A BOSTA DE AXL ROSE

  42. GREEN HELL-FRONT 88 Says:

    SLASH E UNICO E O MAIOR E RESPONSAVEL PELO G´N´R SER MUNDIALMENTE CONHECIDO O GUNS N´ROSES N ESSAS BICHAS ARROMBADAS Q VC VIU E QUER DAR PRA ELAS N SEUS ARRO,BADOS PUTAS DO AXL ROSA

  43. Fanny culler Says:

    os shows do guns sao sempre foda. no rock in rio foi d++ adorei. principalmente quando o Dj Ashba toca seus solos e o novo “Mi amor” do caralho.

  44. Rene Says:

    Sou Homem com H maiúsculo, mas amo esse cara……..Minha vida é antes de Axl e depois de Axl… Boa Esperança- Sul de MG.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: